Colestase na gravidez

colestase na gravidez

Quais são os sintomas da colestase gestacional?

O principal sintoma de colestase gestacional é o prurido noturno, que nada mais é do que uma coceira generalizada em todo o corpo durante a noite. Além disso, também pode surgir icterícia, quando a pele e os olhos ficam amarelados pelo excesso de bilirrubina.

Quais são as complicações fetais da colestase intra-hepática da gravidez?

Entre as complicações fetais possíveis da colestase intra-hepática da gravidez as três mais importantes são: Parto prematuro. Síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido (provocada pela presença de bilirrubina nos pulmões). Morte fetal intra-uterina.

Como posso saber se estou com colestase?

Um dos principais sintomas da colestase é uma forte coceira na pele. Não se sabe examente sua real causa, mas, ao que parece, existe uma tendência genética. O fígado normalmente produz a bile, que vai para o intestino, onde ajuda na digestão.

Quais são as causas da colestase no intestino?

A carência de bile no intestino também implica uma absorção inadequada de cálcio e vitamina D. Quando a colestase persiste, a falta desses nutrientes pode provocar uma perda de tecido ósseo. A vitamina K, necessária à coagulação do sangue, também é absorvida de forma insuficiente pelo intestino, causando uma tendência para sangrar com facilidade.

Por que a colestase é mais comum na gravidez?

Mas somente os níveis elevados de hormônios não são suficientes para justificar o aparecimento da colestase, que acomete apenas 1 em cada 100 grávidas. Uma predisposição genética parece também ser necessária e explica porque a doença tem forte componente familiar e étnico.

Quais são os sintomas da colestase obstétrica?

Os principais sinais e sintomas da colestase obstétrica surgem a partir do 3º trimestre de gravidez e são provocados pelo aumento da concentração de bilirrubina no sangue e sua consequente deposição na pele.

Quais são as complicações fetais da colestase intra-hepática da gravidez?

Entre as complicações fetais possíveis da colestase intra-hepática da gravidez as três mais importantes são: Parto prematuro. Síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido (provocada pela presença de bilirrubina nos pulmões). Morte fetal intra-uterina.

Quais são os desejos estranhos na gravidez?

O desejo de comer substâncias que não são considerados alimentos é chamado de picamalácia ou pica. Quando esses desejos estranhos surgem na gravidez, isso pode ser um sinal de deficiência de micronutrientes, como ferro, zinco ou selênio. Frequência: comum. Quando surge: ao redor da 6ª semana.

Quais são os sintomas da colestase?

Icterícia prolongada devido à colestase produz uma cor de pele barrenta e depósitos amarelos gordos na pele. Se as pessoas tiver outros sintomas, tais como dor abdominal, perda de apetite, vómitos, ou febre, pode ser por causa da colestase.

Por que a colestase é mais comum na gravidez?

Mas somente os níveis elevados de hormônios não são suficientes para justificar o aparecimento da colestase, que acomete apenas 1 em cada 100 grávidas. Uma predisposição genética parece também ser necessária e explica porque a doença tem forte componente familiar e étnico.

Quais os fatores de risco para a colestase obstétrica?

Embora a colestase seja diagnosticada quase que exclusivamente durante a gravidez, pode haver outras causas, como um bloqueio físico no duto através do qual a bile é transportada. Os sintomas dessa condição médica são bastante óbvios.

Como saber o colesterol alto?

Revisão médica: Drª. Ana Luiza Lima Para saber se o colesterol está alto é preciso fazer um exame de sangue no laboratório, e se o resultado estiver elevado, superior a 200 mg/dl, é importante procurar um médico para ver se é preciso tomar remédio, fazer alterações na alimentação e/ou aumentar a prática de exercício físico.

Postagens relacionadas: