Portal das finanças e fatura consumidor

portal das finanças e fatura consumidor

Quando ficam disponíveis as faturas emitidas e comunicadas pelos comerciantes?

As faturas emitidas e comunicadas pelos comerciantes à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) ficam disponíveis na página pessoal de cada consumidor até ao final do mês seguinte ao da emissão. Por exemplo, uma fatura emitida em janeiro, fica disponível até ao final de fevereiro.

Como saber se a fatura é emitida?

Como consultar faturas? Entre na página do e-fatura, coloque o cursor do rato por cima de “Despesas dedutíveis em IRS”, clique em “Consumidor” e insira a senha de acesso.

Quanto tempo deve guardar as faturas?

Pelo menos até confirmar que as despesas estão todas validadas e que foram bem inseridas no e-fatura. No entanto, caso tenha de registar uma fatura que não tenha sido comunicada pelo comerciante (ver pergunta 4), fica obrigado a conservar a fatura por um período de quatro anos, para mostrar à AT, caso seja solicitado.

Como registrar faturas no e-fatura?

Tenha consigo a fatura em papel, aceda ao e-fatura, consulte o menu “Faturas”, clique em “Registar faturas” e insira a informação solicitada. Veja aqui como registar faturas, passo a passo.

Qual o prazo limite para as empresas comunicarem as faturas?

Assim, as faturas emitidas até dia 31 de dezembro de 2019 podem ser comunicadas através do Portal das Finanças até ao dia 15 do mês seguinte, mas todas as que sejam emitidas a partir de 1 de janeiro devem ser comunicadas até ao dia 12 do mês seguinte.

Qual o prazo para comunicação das faturas ao Portal das Finanças?

A última alteração teve efeitos práticos em 2020 quando a data limite para o envio das faturas passou de dia 15 para dia 12 do mês seguinte — com a mudança a aplicar-se apenas às faturas emitidas a partir de janeiro desse ano em diante. Em 2022, há novo recuo, desta vez para o dia 5.

Como alterar a fatura do comerciante?

No caso do comerciante ter comunicado erradamente a fatura, deverá entrar na fatura em questão, clicar no botão “alterar” (fica no canto inferior esquerdo) e colocar os dados certos e guardar, antes de sair da aplicação. No caso do comerciante não ter comunicado a respetiva fatura, deverá entrar na opção de registar, e colocar os dados necessários.

Qual o prazo limite para a emissão de faturas?

Nessa altura o prazo limite foi balizado no dia 25 do mês seguinte ao da emissão. Este prazo tem vindo a ser reduzido de forma gradual depois dos vários alertas que chegaram ao Governo na sequência da proposta do Orçamento do Estado para 2017 que previa que o prazo baixasse de uma vez para o dia 08.

De modo geral, a fatura é um pagamento que ainda será efetivado. Por exemplo, todos os meses recebemos nossas contas de luz, telefone, internet, entre outras, para efetuar o pagamento, certo? Esses são alguns exemplos de fatura.

Quanto tempo deve guardar as faturas?

Qual o período mínimo para guardar faturas?

O período mínimo para guardar faturas varia entre seis meses e cinco anos. As faturas de serviços públicos essenciais, como telefone, Internet, água, luz e gás, devem ser guardadas durante seis meses.

Quanto tempo devem ser guardadas as faturas de saúde?

Os comprovativos de pagamento de despesas destes profissionais também devem ser guardadas pelo menos durante dois anos. As faturas de saúde devem ser guardadas durante três anos pois este é o prazo que as instituições públicas têm para reclamar pagamentos. Se não tiver guardado os comprovativos não tem como provar que efetuou os pagamentos.

Quanto tempo dura o comprovativo de fatura?

Mas, atenção para este ponto, se precisar de inserir algum desses documentos manualmente, então o respetivo comprovativo deve ser guardado durante quatro anos. Caso o comerciante venha a carregar a fatura, e esta depois apareça em duplicado no seu e-fatura, já pode desfazer-se do comprovativo em papel.

Quanto tempo devo guardar as faturas do meu imóvel?

Seis meses é, igualmente, o tempo mínimo para guardar faturas relativas a despesas de alimentação e alojamento. No entanto, se quiser apresentar estes gastos no IRS, o prazo é diferente, conforme explicamos mais à frente.

Postagens relacionadas: