Pai de valentina morreu

pai de valentina morreu

Quem é o pai de Valentina?

Foi na manhã da passada quinta-feira, 7 de maio, que o pai de Valentina, Sandro Bernardo, de 32 anos, se dirigiu ao posto da GNR de Peniche para dar conta do desaparecimento da filha durante a noite. Desde as 8.30 horas daquele dia que o progenitor alegava não ter visto mais a menor.

Como foi o funeral de Valentina?

O funeral de Valentina realizou-se na terça-feira no cemitério do Bombarral. Teve início às 17h e juntou dezenas de pessoas nas imediações, com balões e flores, que acompanharam o trajeto do carro funerário, mas só os familiares diretos puderam assistir às cerimónias, devido às restrições impostas pela pandemia da covid-19.

Como foi a busca de Valentina?

A GNR começou as buscas por Valentina nessa quinta-feira, com apoio dos Bombeiros Voluntários de Peniche, e já com a Polícia Judiciária no local. Foram utilizados drones, animais (cães pisteiros) e várias patrulhas na freguesia de Atouguia da Baleia.

Quem é a madrasta de Valentina?

A madrasta de Valentina, de 38 anos, não tinha qualquer ocupação profissional conhecida: estaria em casa a cuidar dos filhas que tinha em comum com o atual companheiro, duas meninas de um ano e meio e de quatro. Na mesma casa vivia também o seu filho mais velho, um rapaz de 12 anos.

Depois de três dias de buscas, terá sido o pai de Valentina, Sandro Bernardo, a confessar a autoria do crime à Polícia Judiciária, informando de seguida onde tinha sido ocultado o corpo. Poderá manter a mesma versão durante o julgamento que agora começa ou optar por outra estratégia de defesa. O que se passou?

Qual é a causa da morte de Valentina?

Postagens relacionadas: