Greve 20 maio 2022

greve 20 maio 2022

Quais os setores mais afetados pela greve de 20 de maio?

No Hospital de S. João no Porto a adesão é superior a 90% Os setores da Saúde e da Educação são os mais afetados pela greve desta sexta-feira, 20 de maio, dos trabalhadores da administração pública, que registava às 9 horas uma adesão superior a 80%, com escolas encerradas e hospitais em serviços mínimos, segundo fonte sindical.

Qual o objetivo da greve?

O objetivo da greve é permitir a participação na manifestação nacional marcada para esta sexta-feira, dia 20 de maio.

Quando vai ser a greve da função pública?

A Frente Comum anunciou esta terça-feira uma greve da função pública para dia 20 de Maio em defesa do aumento dos salários e da revogação do sistema de avaliação (SIADAP).

Por que o pré-aviso de greve não abrange o sector da Saúde?

O pré-aviso de greve não abrange o sector da saúde devido ao contexto pandémico, mas a Frente Comum espera que os trabalhadores possam participar em acções neste dia.

Quando será a greve nacional da função pública?

Frente Comum sugere greve nacional da Função Pública para próximo dia 12 de novembro. Decisão será tomada dia 18. Em causa a falta de respostas para resolver problemas dos trabalhadores do Estado.

Quando vai ser a greve da administração pública?

A Frente Comum anunciou que os trabalhadores da Administração Pública vão parar a 20 de maio. Vai ser uma greve com grande impacto, disse Sebastião Santana aos jornalistas.

Quais as consequências da greve de funcionários públicos na sexta-feira?

Os funcionários públicos vão estar em greve na sexta-feira em defesa de aumentos salariais, o que deverá levar ao encerramento de escolas e serviços municipais e ao cancelamento de atos médicos. escolas públicas. Greve de pessoal não docente a 21 e 22 de março

Qual o impacto da greve?

A greve servirá para reivindicar o aumento geral dos salários, a valorização das carreiras, a correção da tabela remuneratória única (TRU) e a revogação do sistema de avaliação de desempenho dos funcionários públicos (SIADAP). “ Vai ser uma greve com grande impacto “, disse Sebastião Santana, em declarações aos jornalistas, esta terça-feira.

Postagens relacionadas: