Memorial do convento capítulos

memorial do convento capítulos

Qual é a história do Memorial do Convento?

A análise de Memorial do Convento permite constatar a existência de duas narrativas simultâneas: uma de carácter histórico – a construção do convento de Mafra – e outra ficcionada – a construção da passarola que engloba a história de amor entre Baltasar e Blimunda.

Quais eram os materiais utilizados no Convento?

Todos os materiais utilizados no convento eram de qualidade. De Portugal a pedra, o tijolo e a lenha para queimar, o arquiteto alemão, italianos mestres dos carpinteiros e da Holanda os sinos e os carrilhões. O convento levou 8 anos a ser construído.

Quais são as características do título do Convento de Mafra?

O título sugere memórias de um passado delimitado pela construção do convento de Mafra, com o que de grandioso e de trágico representou como símbolo do país. O título apresenta uma carga simbólica quer enquanto sugere as memórias – evocativas do passado – e pressuposições existenciais, quer ao remeter para o Mundo místico e misterioso.

Quais foram os arquitetos que construíram o Convento de Baltasar?

De Portugal a pedra, o tijolo e a lenha para queimar, o arquiteto alemão, italianos mestres dos carpinteiros e da Holanda os sinos e os carrilhões. O convento levou 8 anos a ser construído. Blimunda, Inês Antónia, Álvaro Diogo e o filho esperavam Baltasar, para jantarem com o velho João Francisco que mal mexe as suas pernas.

Qual a origem do Convento de Mafra?

A fachada principal e a envolvente do Convento de Mafra em meados do século XVIII Bibliografia coeva refere que D. João V fez a promessa de mandar edificar um convento em Mafra em agradecimento pelo nascimento do primeiro herdeiro; outras versões referem que por se ter curado de uma doença que padecia.

Quais eram as principais características do convento franciscano?

No período de maior apogeu da comunidade religiosa, neste convento consumiam-se por ano 120 pipas de vinho, 70 pipas de azeite, quase 10 toneladas de arroz e 600 vacas. Em 1820 a comunidade era de 40 frades, número que se manteve relativamente constante até à data da saída definitiva dos franciscanos em Agosto de 1833, em plenas guerras liberais.

Qual é o nome do Convento dos frades franciscanos?

O retângulo atrás da igreja e do palácio abriga o convento dos frades franciscanos da Ordem da Arrábida (Córrego da Ordem da São Francisco da Arrábida) com celas para cerca de 300 frades em longos corredores em vários andares. Entre 1771 e 1791, este mosteiro foi ocupado pelos frades eremitas de Santo Agostinho.

Quais são as características do Palácio-Convento de Mafra?

Para além destas singulares características, o Palácio-Convento de Mafra acumulou diversas distinções ao longo dos anos. Classificado como Monumento Nacional em 1910, foi finalista da eleição das Sete Maravilhas de Portugal em 2007 e é, desde 2019, Património Mundial da UNESCO.

Postagens relacionadas: