Catalisadores roubados

catalisadores roubados

Como evitar que o catalisador seja roubado?

Nenhuma destas soluções é possível de aplicar aos catalisadores, como é claro. Por isso, resta a alternativa das tais “gaiolas” aparafusadas ao fundo do carro, para evitar que o “precioso” catalisador seja roubado.

Por que os catalisadores são roubados a carros semi-novos?

As motivações para este tipo de roubos são duas e ambas andam à volta do mesmo tema, o elevado valor de um catalisador. Alguns dos roubos são feitos a carros semi-novos, com o intuito de revender os catalisadores a oficinas menos sérias, que depois os usam para substituir os catalisadores usados ou danificados dos carros dos seus clientes.

Como proteger os catalisadores dos roubos?

Entretanto, já foram surgindo no “aftermarket” soluções para proteger os catalisadores dos roubos. As mais populares são uma espécie de “gaiolas” que são colocadas em redor dos catalisadores para dissuadir os ladrões de o tentar roubar.

Por que o roubo de catalisadores de carros está se tornado algo constante no mundo?

Eles sempre foram alvos de ladrões, entretanto recentemente isso está se intensificando devido ao aumento nos preços dos metais preciosos e raros contidos na peça. De acordo com números divulgados pela publicação USA Today, uma média de 108 catalisadores eram roubados por mês em 2018.

Como evitar o roubo do catalisador?

Os proprietários que possuem seguros automóveis que cobrem este tipo de incidentes também podem recusar-se a relatar o roubo do catalisador se o custo total da reparação for aproximadamente igual à sua franquia, de forma a evitar um possível aumento da apólice dos seus seguros. Mas substituir um catalisador não é barato.

Por que os catalisadores são roubados?

Alguns catalisadores são roubados e depois entregues a empresas que fazem a sua reciclagem, para aproveitar a Platina, o Ródio e o Paládio. A onda de roubos chega a variar consoante a cotação destes metais sobe ou desce. Como a cotação do Ródio e Paládio tem vindo a crescer nos últimos anos, é lógico que os roubos aumentem.

Como funciona o catalisador do carro?

O catalisador do carro é composto por vários metais como a platina, o paládio e o ródio. Estes materiais permitem a filtragem das emissões tóxicas provenientes dos motores a gasolina e diesel, transformando-as em gases inofensivos como o H2O, o CO2 e/ou o nitrogénio.

Quanto valem os catalisadores?

Os catalisadores valem bastante €€€. Ainda mais numa viatura de 20 anos, deverá ser das peças que mais valor tem. Devido essencialmente à elevada percentagem e quantidade de metais preciosos, como platina. Já ouvi relatos de outras pessoas. Então se fores à zona de Sacavém todas as oficinas já estão habituadas a isto.

Como evitar que o catalisador seja roubado?

Nenhuma destas soluções é possível de aplicar aos catalisadores, como é claro. Por isso, resta a alternativa das tais “gaiolas” aparafusadas ao fundo do carro, para evitar que o “precioso” catalisador seja roubado.

Por que os catalisadores são roubados a carros semi-novos?

As motivações para este tipo de roubos são duas e ambas andam à volta do mesmo tema, o elevado valor de um catalisador. Alguns dos roubos são feitos a carros semi-novos, com o intuito de revender os catalisadores a oficinas menos sérias, que depois os usam para substituir os catalisadores usados ou danificados dos carros dos seus clientes.

Como colocar um catalisador de fundo na viatura?

6 - Vá a oficina e peça para colocar debaixo da sua viatura uma placa protetora de fundo. Recorde-se que o catalisador é a peça do automóvel responsável por reduzir a emissão de gases poluentes, decompondo-os através de reações químicas que ocorrem no seu interior.

Por que os catalisadores são usados no mercado de revenda?

Depois dos autorrádios, das jantes e dos pneus, agora são os catalisadores dos carros que estão a chamar a atenção dos criminosos.

Postagens relacionadas: