Abono de familia setembro 2021

abono de familia setembro 2021

Quais são os valores mensais do abono de família em 2021?

De acordo com o Orçamento da Segurança Social para 2021, apresentado pelo Governo, os valores mensais do abono de família em 2021 (com algum reforço e um adicional na proteção das crianças no escalão entre os 3 e os 6 anos, face a 2020), são os seguintes: Rendimento do agregado familiar. Até aos 3 anos.

Qual o valor do abono de família?

Valor do abono de família por criança/jovem inserido em família mais numerosa: Rendimento do agregado familiar: Idade igual ou inferior a 36 meses: 2 filhos: 3 ou mais filhos: 1.º escalão: 187,31 € 224,77 € 2.º escalão: 154,62 € 185,55 € 3.º escalão: 125,31 € 153,31 € 4.º escalão: 72,99 € 87,59 €

O que aconteceu com o abono de família pré-natal?

O Instituto de Segurança Social está a processar com muito atraso o abono de família pré-natal e a reavaliação do escalão de rendimentos para efeitos de atribuição do abono de família para crianças e jovens. À Provedoria de Justiça chegaram, só no primeiro semestre deste ano, 196 queixas de utentes.

Quem tem direito ao abono de família?

Quem tem direito ao abono de família? O abono de família varia consoante os rendimentos de referência dos pais e conforme a idade da criança ou jovem. O abono pode ser pedido logo após ao nascimento do filho e pode manter-se até aos seus 24 anos de idade.

Quais são os valores do abono de família?

Nada garante que estes valores não sofrerão alterações daqui para a frente. O abono de família é um apoio pago pela segurança social que visa ajudar os encargos das famílias com o sustento e a educação dos seus filhos ou jovens a seu encargo. Contudo, os valores podem variar muito e nem todos os jovens tem direito a receber apoio.

Qual é o valor a receber da prestação de abono de família?

O valor a receber da prestação de abono de família é determinado em função do escalão de rendimentos, que varia conforme o rendimento de referência do agregado familiar e do ano a que os mesmos dizem respeito. As famílias que se encontram no 1º, 2º, 3º e 4º escalão de rendimentos recebem abono de família.

Qual a idade mínima para receber o abono de família?

Por exemplo, as crianças até aos 3 anos de idade (36 meses) recebem mais. Nas famílias com duas ou mais crianças e em que existam menores de 36 meses, aplicam-se estas majorações, que variam consoante os escalões do abono de família em que se inserem.

Quem tem direito ao abono de família em 2022?

De acordo com a Segurança Social, em 2022 têm direito ao abono de família as crianças e jovens: Cujo agregado familiar não possua um património mobiliário (contas bancárias, acções, obrigações) cujo valor total seja superior a 240xIAS (106.368€) à data do requerimento;

O que é o abono de família pré-natal?

O abono de família pré-natal, com uma duração de seis meses, destina-se, assim, a compensar os gastos acrescidos que ocorrem durante a gravidez.

Quem tem direito ao abono pré-natal?

Caso a gravidez dure menos de 40 semanas, pode acumular com o abono de família (até ao limite dos seis meses de atribuição). A grávida deixa de ter direito ao abono pré-natal se ocorrer uma interrupção da gravidez, deixar de residir em Portugal ou terminar o prazo de validade do título de residência no país.

Quais alterações podem influenciar o abono pré-natal?

É, ainda, necessário informar a Segurança Social, no prazo de 10 dias, sobre as alterações que possam influenciar o abono pré-natal, nomeadamente um aborto ou uma interrupção voluntária da gravidez, mudança de morada ou modificação da composição/rendimento do agregado familiar.

Quanto tempo o abono de família é atribuido?

Inferior a 40 semanas, é atribuido por 6 meses, podendo ser acumulado com o abono de família para crianças e jovens após o nascimento. Se ocorrer interrupção da gravidez é atribuido até ao mês da interrupção da gravidez, devendo esse facto ser comunicado aos serviços da Segurança Social. Majorado em 35%, nas situações de monoparentalidade.

Até quando se pode pedir o abono de família? O abono de família deve ser pedido no prazo de 6 meses a contar do primeiro dia do mês seguinte ao mês em que passou a ter direito ao abono (ex.: mês do nascimento).

Como funciona o direito ao abono da família para crianças e jovens?

Postagens relacionadas: