Demência vascular

demência vascular

Como diferenciar a demência vascular de outras demências?

A demência vascular pode ocorrer como uma série de episódios discretos (que podem parecer um declínio gradual) ou em um único episódio. Os sinais neurológicos focais podem ajudar a diferenciar a demência vascular de outras demências.

Como é feito o diagnóstico da demência vascular?

O diagnóstico da demência vascular é feito por meio de exames neurológicos e de imagem, como ressonância magnética e tomografia computadorizada, além do médico avaliar os sintomas apresentados pelo paciente e os hábitos de vida.

Quando ocorre a demência?

Demência de multi-infarto: a demência é causada por vários acidentes vasculares cerebrais, geralmente envolvendo vasos sanguíneos de médio porte. Demência de Binswanger: há bloqueios disseminados dos pequenos vasos sanguíneos na substância branca, localizada nos tecidos mais profundos do cérebro.

Como tratar a demência?

Este tipo de demência é irreversível, no entanto é possível ser tratada a fim de se atrasar a progressão, sendo indicado pelo médico medidas que podem reduzir as chances de AVC, como parar de fumar, praticar atividades físicas regulares e ter uma alimentação balanceada.

Quais são as consequências da demência vascular?

A demência vascular é caracterizada por pequenas interrupções do fluxo sanguíneo, chamado de infarto, que ocorrem no cérebro ao longo da vida e que podem resultar na demência. A falta de sangue no cérebro leva a consequência neurológicas e que podem resultar em dependência, como por exemplo:

Quando ocorre a demência?

Demência de multi-infarto: a demência é causada por vários acidentes vasculares cerebrais, geralmente envolvendo vasos sanguíneos de médio porte. Demência de Binswanger: há bloqueios disseminados dos pequenos vasos sanguíneos na substância branca, localizada nos tecidos mais profundos do cérebro.

Como tratar a demência?

Este tipo de demência é irreversível, no entanto é possível ser tratada a fim de se atrasar a progressão, sendo indicado pelo médico medidas que podem reduzir as chances de AVC, como parar de fumar, praticar atividades físicas regulares e ter uma alimentação balanceada.

Quais são as diferenças entre demência e delirium?

Demência afeta principalmente a memória, costuma ser causada por alterações anatômicas no encéfalo, tem início mais lento e, em geral, é irreversível. O delirium afeta principalmente a atenção, costuma ser causado por enfermidade aguda ou toxicidade por fármacos (às vezes com risco de morte) e, em geral, é reversível.

O que é demência e como é tratada?

A demência, portanto, costuma surgir sempre que há um processo degenerativo dos neurônios que impede a comunicação entre as células cerebrais e leva, a longo prazo, à atrofia e morte de tecidos do cérebro.

Quais são as consequências da demência?

No início da demência, as pessoas podem ser capazes de continuar a dirigir, mas podem ficar confusas no trânsito congestionado e se perderem com mais facilidade. Conforme a demência piora, os problemas existentes pioram e se expandem, fazendo com que fique difícil ou impossível realizar as seguintes tarefas: As pessoas muitas vezes se perdem.

Quanto tempo dura a demência?

A função mental das pessoas com demência deteriora-se num prazo de 2 a 10 anos. No entanto, a demência progride a um ritmo diferente, dependendo da sua causa: Demência vascular A demência vascular é a perda da função mental devido à destruição do tecido cerebral, pois seu suprimento de sangue está reduzido ou bloqueado.

Quais são os fatores da demência?

É realizado pelo médico assistente que analisa a história do paciente e realiza um exame físico. Fatores importantes são: alterações da atenção, orientação, memória, julgamento, linguagem, habilidades motoras e espaciais; exclusão de outras patologias-por definição, a demência não se deve a depressão major ou esquizofrenia.

Postagens relacionadas: