Conjutivite

conjutivite

O que é conjuntivite e como ela pode ser tratada?

Esse tipo de conjuntivite é causado por substâncias alergênicas, como pólen, poeira e pelos de animais, em indivíduos suscetíveis. A conjuntivite alérgica pode ser sazonal (pólen, especialmente no período da primavera) ou aparecer durante o ano todo (poeira; pelos de animais).

Como saber que tipo de conjuntivite tenho?

Como saber que tipo de conjuntivite tenho? A melhor forma de identificar o tipo de conjuntivite, é consultar um oftalmologista, para avaliar os sintomas, sua intensidade e identificar o agente causador.

Como tratar a conjuntivite viral?

Tratamento da conjuntivite viral: Na maioria dos casos, a conjuntivite viral se prolonga por um período de vários dias, e não é necessário o uso de medicamentos. A aplicação de uma compressa fria e úmida nos olhos várias vezes ao dia pode aliviar os sintomas.

Como se contrair a conjuntivite infecciosa?

Assim, uso de objetos contaminados (toalhas), contato direto com pessoas contaminadas ou até mesmo pela água da piscina são formas de se contrair a conjuntivite infecciosa. Quando ocorre uma epidemia de conjuntivite, pode-se dizer que é do tipo infecciosa.

Como tratar a conjuntivite?

Conjuntivite alérgica Nestes casos, medicamentos antialérgicos são usados para prevenir ou combater os quadros de alergia ocular. Caso você faça uso de lentes de contato, suspenda imediatamente ao menor sinal de irritação nos olhos.

Quais são as causas da conjuntivite alérgica?

A conjuntivite pode ser causada por reações alérgicas a poluentes ou substâncias irritantes (poluição, fumaça, cloro de piscinas, produtos de limpeza ou de maquiagem, etc.). Saiba mais: Você cai nos mitos sobre a conjuntivite? A conjuntivite pode ser causada, também, por vírus e bactérias.

Quais são os sintomas da conjuntivite viral?

Ela pode acometer um ou os dois olhos e, normalmente, os sintomas são: lacrimejamento, sensação de areia nos olhos, secreção (clara ou amarelada) e hiperemia (olhos vermelhos). A conjuntivite viral é o tipo mais comum, sendo transmitida por um vírus conhecido como adenovírus.

Quais são os fatores de risco da conjuntivite?

O fator de risco mais comum é colocar as mãos sujas e/ou contaminadas nos olhos. Além disso, existem doenças que podem predispor o indivíduo à conjuntivite, como herpes, doenças autoimunes ou virais. Por fim, a baixa imunidade também pode favorecer no surgimento da conjuntivite. Exposição a algo para o qual você é alérgico (conjuntivite alérgica)

Como tratar a conjuntivite?

Conjuntivite bacteriana O tratamento para a conjuntivite bacteriana normalmente é feito com a aplicação de colírios ou pomadas antibióticas no olho afetado, 3 a 4 vezes por dia, durante cerca de 7 dias. Os antibióticos mais usados nestes casos são a tobramicina e o ciprofloxacino, mas o oftalmologista pode aconselhar outro tipo de antibiótico.

Quanto tempo dura a conjuntivite viral?

Geralmente, é preciso deixá-la passar sozinha, o que pode levar de uma a três semanas. O melhor jeito de tratar a conjuntivite viral é prevenir as complicações que podem surgir a partir dela.

Qual a diferença entre conjuntivite bacteriana e viral?

Na conjuntivite bacteriana, normalmente são receitados colírios com antibióticos. Já para a viral não existem medicamentos específicos, portanto, a recomendação é reforçar os cuidados com a higiene. Nos casos do tipo alérgico, é necessário evitar os agentes alérgenos e usar medicamentos anti-histamínicos e descongestionantes oculares.

Como tratar a conjuntivite bacteriana no olho?

Conjuntivite alérgica. No caso da conjuntivite alérgica, normalmente, o tratamento pode ser feito em casa com a instilação de colírios para alergia receitados pelo médico, como octifen, lastacaft ou patanol. Além disso, também pode ser necessário usar corticoides, como prednisolona ou dexametasona, para aliviar a inflamação do olho.

Postagens relacionadas: